sábado, 11 de dezembro de 2010

O crime quase perfeito.

Certo dia, numa residencial, apareceu assassinado um idoso.
A polícia foi chamada e mandou fechar todas as saídas, começando a interrogar os hóspedes nos respectivos quartos.
Quando chegou ao quarto n.º 229, no 2.º andar, abriram a porta aos polícias dois gémeos: um muito gordo e outro muito magro.
De imediato, um dos polícias disse para o outro:
- Está resolvido o crime. E virando-se para o mais magro disse-lhe:
Está preso! Foi você que assassinou o idoso. Tem o direito a permanecer calado, pois tudo o que disser..., blá, blá, blá...
Como chegou o polícia a esta conclusão?

13 comentários:

Henrique Teixeira Fonseca disse...

Olá stôr!Há várias possibilidades, como por exemplo: o gémeo magro estar sujo de sangue, ter a arma do crime na mão, ou alguma testemunha dos quartos anteriores o ter denunciado, ou por aí a fora,... o policia até pode estar a inventar!!!
Cumprimentos.
Henrique F.

Tozé Franco disse...

Ola Henrique.
A resposta é um provérbio popular.
Puxa um bocado pela cabeça e chegarás lá.
Fica bem

Dalila e Catarina Monteiro disse...

Será: "mais vale um vizinho à mão, do que ao longe o nosso irmão".

Tozé Franco disse...

Olá Bárbara:
Infelezmente não é essa a resposta.
A resposta tem a ver com matar e com uma palavra da família da palavra gordo.
Um Santo NAtal.

Daniel disse...

Óh, professor Tozé!
Enganou-se em quem falou... Era a Catarina Monteiro e a sua Irmã, não a Bárbara!

Cumps,
Daniel

Tozé Franco disse...

Olá Catarina e Dalila.
Peço desculpa pelo engano.
E a resposta Daniel?
Um abraço

Daniel disse...

Pois.. ainda não a descobri...
Quem me dera ser Inspector e saber muitos provérbios!!!
Cumps,
Daniel

Tozé Franco disse...

Parabéns para mim!
Obrigado. Mereço um chocolate.

beatriz fonseca disse...

Mas professor não acha que é uma boa ideia nós darmos-lhe muitos chocolates e o professor distribuir por todos? Tem que se partilhar..

Anónimo disse...

sim.

Anónimo disse...

sim

Anónimo disse...

ok

Anónimo disse...

Eu consigo resolver esse crime. O polícia prendeu logo o magro porque "o que não mata engorda"!